O valor econômico do controle de pragas feito pelo morcego-de-cauda-livre nas lavouras de algodão no centro-sul do Texas

Foto: Merlin D. Tuttle/Bat Conservation International

Uma das primeiras experiências de contabilização do valor econômico dos serviços ambientais foi do ecologista e geógrafo Cutler J. Cleveland da Universidade de Boston, EUA. Cleveland e outros pesquisadores perceberam que o discurso ambiental era insuficiente para sensibilizar os plantadores de algodão no centro-sul do Texas sobre a preservação de um complexo de cavernas que abriga uma enorme colônia de reprodução do morcego insetívora Tadarida brasiliensis. Com amostras de DNA do guano do morcego-de-cauda-livre, como é popularmente conhecido o T. brasiliensis, a equipe realizou um verdadeiro CSI da vida selvagem e comprovou que a dieta dessa espécie era uma série de insetos adultos, cujas larvas são pragas na agricultura.

Com radares Dopler de meteorologia, puderam observar os morcegos voando em direção à nuvem de mariposas do lagarto de algodão. Feitas as estimativas do número da população de morcegos e quanto cada adulto da espécie comia de mariposas por noite, foi possível calcular que os fazendeiros de oito condados do Estado do Texas evitavam, com a presença dos morcegos, duas aplicações de pesticidas no valor de US$200.000 por safra de algodão.

Em 1980, quando a ponte Congress Avenue foi construída em Austin no Texas, ninguém podia imaginar que ela seria um perfeito abrigo para uma colônia de morcegos-de-cauda-livre que passa o verão no estado. A ponte abriga uma estimativa de 1,5 milhão de morcegos e é a maior colônia urbana de morcegos nos EUA. Hoje, esse morcego insetívoro não é mais considerado uma ameaça. A campanha bem sucedida de educação ambiental do Bat Conservation International fez do morcego um símbolo da cidade. Anualmente, os morcegos atraem mais de 100 mil turistas para a cidade anualmente.

Anúncios
Esse post foi publicado em Biodiversidade, População. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s