Fotos inéditas surpreendentes de uma das últimas tribos isoladas

Foto: Gleison Miranda/FUNAI

Fotos inéditas surpreendentes de uma das últimas tribos isoladas

Survival International

January 2011

Fotos dramáticas mostram tribo ameaçada por madeireiros que invadem seu território.

Novas fotos obtidas pela Survival International mostram índios isolados em detalhe nunca visto antes. Os índios vivem no Brasil, perto da fronteira com o Peru, e estão no episódio ‘Jungles’ (‘Selvas’) do programa ‘Human Planet’ (Planeta Humana) da BBC1 (qui 03 de fevereiro, 20:00 GMT).

As fotos foram tiradas pela Fundação Nacional do Indio, FUNAI, que autorizou a Survival International utilizá-las como parte de sua campanha para proteger o território dos índios isolados. Elas revelam uma comunidade próspera e saudável com cestos cheios de mandioca e mamão fresco cultivados em suas roças.A sobrevivência da tribo está em sério perigo por causa da entrada de madeireiros ilegais que estão invadindo o território dos índios isolados no lado peruano da fronteira. As autoridades brasileiras acreditam que o influxo de madeireiros está empurrando índios isolados do Peru para o Brasil, e é provável que os dois grupos entrarão em conflito.

http://www.uncontactedtribes.org/fotosbrasil

Popsustentável: A Amazônia é a última fronteira de expansão da ocupação territorial brasileira. À medida que a população brasileira e mundial cresce, aumenta também a demanda por recursos naturais como, por exemplo, a madeira. A Amazônia também é pressionada como última fronteira de expansão agrícola, a cada dia aumenta o número de pastagens em locais antes cobertos por floresta tropical. As tribos isoladas fogem do contato com o homem moderno, mas a ocupação da Amazônia que se dava principalmente do sul para o norte e do leste para o oeste, ou seja, por brasileiros, hoje, se dá também do norte para o sul e do oeste para o leste. A pressão dos problemas sociais e econômicos e o crescimento populacional dos países que fazem fronteira com o Brasil ao norte e oeste estão, também, contribuindo para o desmatamento, conflitos de terra, o garimpo ilegal e a ocupação de áreas indígenas. Já existem relatos de rios contaminados na região de floresta do Acre com o vibrião da cólera.

Anúncios
Esse post foi publicado em População. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s